PORTO PRÍNCIPE (Reuters) – Dezenove haitianos morreram quando um barco que os transportava entre os assentamentos costeiros de Anse-a-Pitre e Marigot, no sul, afundou nas primeiras horas da manhã de sábado, afirmou o primeiro-ministro Ariel Henry pelo Twitter.

A imprensa local citou uma sobrevivente identificada como Marie Lucienne Pola dizendo que o barco, que era usado para transportar gás, cimento, comida e passageiros, estava superlotado.

O barco, nomeado pela imprensa como Eklezyas, afundou no outro lado da cidade de Belle-Anse. Autoridades de proteção civil em Marigot afirmaram que 11 corpos haviam sido recuperados até a manhã de sábado.

Barcos locais de pesca e transporte ajudaram a resgatar sobreviventes do barco. Essas navegações normalmente carregam centenas de pessoas.

(Reportagem de Gessika Thomas)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).