Por Jeff Mason e Carl O’Donnell

WASHINGTON (Reuters) – Os casos de Covid-19, assim como as hospitalizações e mortes pela doença, aumentaram nos Estados Unidos na última semana, afirmaram autoridades do país nesta segunda-feira, mesmo com o avanço da vacinação em meio aos temores com a nova e mais contagiosa variante Delta.

“Continuamos preocupados sobre o aumento contínuo de casos, impulsionado pela variante Delta”, afirmou o coordenador da resposta à Covid-19 da Casa Branca, Jeff Zients, apontando que os casos estão concentrados em comunidades com números baixos de vacinação contra o coronavírus. 

Um em cada três casos novos no país na última semana foi registrado na Flórida e no Texas, afirmou Zients a jornalistas em uma teleconferência. 

Enquanto isso, mais pessoas foram vacinadas enquanto cresce o temor com a propagação da variante Delta.

Zients disse que ao longo das últimas semanas houve um aumento de quase 70% na média de novas pessoas que se vacinaram todos os dias. Três milhões de norte-americanos receberam a primeira dose nos últimos sete dias, e o país chegou na segunda-feira à marca de 70% dos adultos vacinados com pelo menos a primeira dose.

“Ainda há cerca de 90 milhões de americanos que podem se vacinar, mas ainda não o fizeram, e precisamos que cada um deles faça sua parte”, disse.

A diretora do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA, Rochelle Walensky, disse que foram registrados cerca de 72 mil novos casos de Covid-19 nos Estados Unidos por dia em média na semana encerrada no sábado, um aumento de 44% em relação à semana anterior.

As internações hospitalares cresceram 41% e as mortes subiram para 300 por dia, um salto de 25%, afirmou Walensky. 

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).