O Walmart informou nesta terça-feira, 17, que obteve lucro líquido de US$ 4,28 bilhões no segundo trimestre de 2021, uma queda de 34% em relação ao ganho de US$ 6,48 bilhões apurado em igual período de 2020. Com o resultado, o papel da empresa caía 1,43% no pré-mercado da Bolsa de Nova York, por volta das 8h16 (horário de Brasília).

O balanço indicou ainda que, em termos ajustados, o lucro por ação da varejista somou US$ 1,78 entre abril e junho, acima das expectativas de analistas consultados pela FactSet, de US$ 1,57.

A receita total de US$ 141,05 bilhões no período também superou a previsão do mercado, de US$ 136,87 bilhões, e representou um avanço de 2,4% na comparação com os três meses encerrados em junho do ano passado. Segundo a companhia, houve impacto negativo das medidas de desinvestimento.

O CEO da empresa, DougMcMillon, considerou “fortes” os resultados do segundo trimestre. “Aumentamos a participação de mercado de mercearia nos EUA, acrescentamos milhares de novos vendedores ao nosso mercado, as empresas de publicidade cresceram rapidamente em todo o mundo, e estamos descobrindo maneiras de comercializar nossos dados e construir tecnologia”, citou.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).