A Volkswagen está perto de vender sua marca de supercarro Bugatti para a fabricante croata de carros elétricos Rimac Automobili, relatou a revista Car Magazine, em um movimento que marcaria o início de uma revisão do portfólio de carros de luxo da fabricante alemã.

Os executivos da Volkswagen deram luz verde ao negócio na semana passada, mas ele ainda precisa da aprovação do conselho fiscal, disse a revista nesta quinta-feira (17), citando pessoas familiarizadas com o assunto. A Porsche, marca do grupo VW, já possui uma participação de 15,5% da Rimac, sediada em Zagreb.

Porta-vozes da Volkswagen e da Rimac se recusaram a comentar.

A extravagante

A Bugatti, que vendeu 82 veículos no ano passado, há muito é vista como um excelente exemplo da extravagância da engenharia da Volkswagen. Em 1998, ela foi revivida sob o ex-presidente Ferdinand Piech, após a marca ter praticamente desaparecido na década de 1950. Por causa dos altos custos de desenvolvimento e baixos volumes, o Veyron de 16 cilindros – o primeiro modelo da Bugatti sob controle da VW – foi considerado um dos maiores perdedores de dinheiro na indústria automobilística. A Volkswagen não apresenta dados financeiros para a marca.

A Bugatti recentemente buscou esforços para sobreviver fora do grupo automotivo alemão e evitar o risco de ser eliminada novamente. Desde o escândalo de trapaça do diesel de 2015, a Volkswagen tem examinado seu portfólio de perto, com um foco particular nas marcas de carros de luxo caros em meio ao fardo crescente de investir em mobilidade elétrica e tecnologia de direção autônoma. A Bloomberg havia relatado anteriormente que a montadora estava pesando opções para a unidade Lamborghini.

O comprador potencial da Bugatti foi fundado por Mate Rimac em 2009, com o supercarro elétrico Concept_One da empresa estreando dois anos depois. Além da Porsche, os investidores na empresa incluem Hyundai Motor Co., Kia Motors Corp. e a fabricante chinesa de baterias Camel Group Co.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.