LONDRES (Reuters) – Os varejistas britânicos relataram aumento mais forte do que o esperado nas vendas em outubro, após uma desaceleração em setembro, mas problemas na cadeia de abastecimento global reduziram seus estoques ao nível mais baixo desde o início dos registros, em 1985, disse a Confederação da Indústria Britânica (CBI).

A pesquisa comercial divulgada mensalmente pelo CBI mostrou que o saldo de vendas para varejistas aumentou para +30 em outubro, de +11 em setembro, nível mais baixo desde março, quando muitos varejistas estavam de portas fechadas durante um bloqueio por causa da Covid-19.

Economistas ouvidos pela pesquisa da Reuters esperavam leitura de +13.

Espera-se que as vendas aumentem um pouco mais em novembro, embora os varejistas estejam monitorando o acréscimo mais recente de casos de coronavírus na Grã-Bretanha.

(Por William Schomberg)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).