Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) – As vendas dos distribuidores de aços planos recuaram 12,8% em julho ante junho, para 261,4 mil toneladas, de acordo com dados da associação que representa o setor, Inda. Na comparação ano a ano, houve declínio de 24%.

O estoque dos distribuidores somou 820,2 mil toneladas no mês passado, um crescimento de 4,4% ante junho e declínio de 1%frente a julho de 2020. O volume é suficiente para 3,1 meses de vendas.

Para agosto, o Inda estima as vendas em 256,5 mil toneladas e os estoques em 853,7 mil toneladas, equivalente a 3,3 meses.

Analistas do Bradesco BBI avaliaram que a demanda doméstica parece estar diminuindo um pouco, principalmente porque as cadeias de abastecimento parecem estar atingindo níveis de estoque normalizados (com algumas exceções).

“A perspectiva para agosto não é excessivamente preocupante em nossa opinião, embora observemos cuidadosamente o sentimento do mercado nas próximas semanas, conforme nos aproximamos de setembro”, afirmaram em relatório a clientes.

Ainda de acordo com os dados do Inda, as importações de aços planos somaram 211,312 mil toneladas, um salto de 181,9% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).