Divulgado pela Serasa Experian nesta quarta-feira (22), o Indicador de Atividade do Comércio registrou uma melhora no panorama do setor ao longo do ano de 2019. Segundo a consultoria, o comércio registrou aumento de 2,0% no acumulado de janeiro a dezembro de 2019, se comparado o resultado com o mesmo período do ano anterior.

Na avaliação da Serasa, o resultado foi impulsionado pelos segmentos de veículos, motos e peças (+8,4%) e de material de construção (+4,6%). Para o economista-chefe da empresa, Luiz Rabi, o resultado reflete a queda na taxa básica de juros da economia brasileira, que proporciona um maior acesso ao crédito.

Serasa no meio no “Natal da discórdia”. Os últimos dias do ano passado foram marcados por uma disputa entre duas associações que representam as lojas de shoppings centers, a Alshop e a Ablos. De acordo com a primeira, as vendas teriam crescido 9,5% no Natal de 2019 em comparação com o ano anterior. A segunda, no entanto, afirmava ter relatos da maioria de seus associados de que o final de ano foi pior do que o de 2018.

De acordo com a Serasa, considerando todo o varejo físico e não apenas as lojas dos centros de compras, as vendas na data comemorativa não ficaram nem tanto ao céu, nem tanto a terra. O indicador da consultoria registra que, nos dias que antecederam a data (18 a 24 de dezembro), as vendas subiram 4,1%. O termômetro da empresa são as consultas de crédito feitas em seu banco de dados ao longo do período.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).