A mineradora Vale informou que chegou a um acordo com as japonesas Kobe Steel e Mitsui para a criação de uma nova empresa que visa fornecer soluções metálicas e siderúrgicas de baixo carbono para o mercado global, segundo comunicado da companhia nesta segunda-feira (13).

O acordo, não vinculante, estabelece termos e condições para a criação da nova companhia, acrescentou a Vale, destacando que um período de avaliação já foi iniciado para estimar a demanda do mercado pelos produtos que seriam oferecidos antes de um acordo final sobre a nova empreitada.

“A Vale está comprometida em contribuir com seus clientes siderúrgicos nesse desafio de reduzir a pegada de carbono”, disse a empresa no comunicado, ao destacar que a nova companhia utilizaria “tecnologias de produção de ferro de baixo CO2 existentes e novas”.

A mineradora afirmou que entre as tecnologias a serem aplicadas pela nova empresa estaria um processo de ferro-gusa de baixo carbono com uso de fontes mais limpas de energia, como biomassa e hidrogênio, desenvolvido por sua subsidiária Tecnored.

A Vale também citou como exemplo de tecnologia um processo utilizado por plantas da Kobe Steel para redução de emissões na produção de ferro, o chamado “Midrex”.

A empresa não citou um prazo para a decisão final sobre a criação da nova companhia junto à Kobe Steel e a Mitsui.

A Vale disse que contribuiria no negócio por meio da tecnologia da subsidiária Tecnored, seu portfólio de minério de ferro e capacidade logística, enquanto a Kobe Steel agregaria experiência na produção de aço e engenharia de plantas siderúrgicas, além do processo Midrex. Já a Mitsui entraria com a experiência em comercialização de metais e sucatas e sua capacidade de investimento.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.