Apesar da crise ter derrubado as vendas de roupas, a rede de brechós Peça Rara aposta no crescimento do mercado de produtos de segunda mão. Por isso, a rede planeja expandir sua rede de franquias e fechar 2021 com unidades da marca em todas as capitais do país.

Hoje, o Peça Rara possui 12 unidades, sendo oito unidades no Distrito Federal e as demais no Recife, São Paulo, Goiânia e Cuiabá. O plano é ter 40 lojas em funcionamento ao final de 2021, começando por Porto Alegre, Vitória e Belo Horizonte.

Bruna Vasconi, CEO do Peça Rara, diz que 2020 foi um ano de crescimento, apesar da pandemia. Entre os atrativos de comprar produtos de segunda mão estão os preços, que chegam a custar 30% do preço de um produto novo.

“Quando abrimos a primeira loja, há 13 anos, sentimos resistência das pessoas em comprar mercadorias usadas nos primeiros anos. Com o passar do tempo e abertura de novas lojas essa resistência passou e as pessoas viram que era possível comprar produtos em ótimo estado e por preços muito menores”, afirma Bruna.

Segundo ela, a pandemia mudou a forma como o consumidor se relaciona com o que tem. “Como as pessoas ficaram mais tempo em casa, elas passaram a ver que possuem um monte de coisa que não usam. E se não usam, não precisam mais. Então, repassar esses itens para brechós é uma forma de fazer renda em um momento de desemprego”, diz a CEO.

Bruna também defende o caráter sustentável do seu negócio. “Esse é um negócio ganha-ganha. A empresa é sustentável porque consegue manter um faturamento crescente com uma estrutura de gestão inteligente e enxuta. Por outro lado, milhares de pessoas ganham ao vender suas peças conosco. Muitos clientes compram novas roupas em nossas lojas com o dinheiro daquelas que eles venderam. Economia circular é assim”, explica.

Como garantir a higiene das peças vendidas? Bruno diz que as medidas de segurança de um brechó são as mesmas de uma loja qualquer. “Exigimos que os fornecedores entreguem as peças já higienizadas.”

Quanto é o investimento na franquia? Bruna diz que as franquias da Peça Rara precisam ter um tamanho mínimo de 250 m². Para esse tamanho de loja, o investimento é de R$ 300 mil, incluindo taxa de franquia, reforma, móveis, equipamentos e sistemas.

O que as franquias vendem? A Peça Rara original tem vende itens de roupas e acessórios femininos, masculinos, infantis e produtos para casa. As franquias ficam apenas com a parte de moda e acessórios feminino e infantis.

Qual a expectativa de faturamento? A estimativa é fechar o ano com um faturamento superior a R$ 18,5 milhões.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).