O aspirador robô caiu no gosto do brasileiro durante a pandemia. Mas ele já está presente na vida da mentora de famílias Eline Coragem desde 2017. Ela comprou o seu em uma viagem que fez aos Estados Unidos.

“Compramos lá porque era muito caro aqui. Mesmo lá não era tão barato, mas custava bem menos que no Brasil”, conta Eline.

Já empreendedora Paula Futema entrou para a legião de donos de aspirador robô na pandemia. O seu tem até nome: Rubens. “Ele me ajuda muito. Enquanto ele aspira um quarto, finalizo a limpeza em outro cômodo.”

Rubens trabalha quase todos os dias na casa de Paula. “Ele substitui aquela varrida matinal para tirar o pó do dia a dia. Ligo ele em um cômodo e deixo por um período fazendo a limpeza”, diz ela, que é mãe de dois meninos e de um gato.”

No ano passado, foram vendidos 175.929 unidades de aspirador robô em todo o país, um aumento de 375% em relação a 2019. “Ele passou a simbolizar a nova realidade das pessoas que estavam em quarentena”, disse Fernando Baialuna, diretor da GfK, consultoria para o varejo.

Para Eline, o aspirador robô devolveu a ela o prazer de voltar a andar descalça ou de meia dentro de casa. Como tem um border collie, a casa estava sempre cheia de pelo. “O pelo do cachorro me incomodava muito. Quando vimos que havia um aspirador que não precisava carregar, arrastar, manusear, começamos a pesquisar até comprar um.”

Para as duas, a maior vantagem do aspirador é facilitar a rotina de limpeza da casa. “O meu dá para programar para começar a limpar a casa às 9h, por exemplo. Quando termina, ele manda uma mensagem avisando que concluiu o trabalho e volta para a base”, diz Eline.

Mas e as pecinhas de brinquedos e roupas que ficam espalhadas no chão? Eline conta que cada um na sua casa – ela, dois filhos e marido – fica responsável pelos itens que ficam jogados. “Se engolir um cadarço ou uma meia, ele trava. Então o dono da peça tem que ficar ligado para evitar que isso ocorra, porque ele é que fica responsável por destravar o aspirador.”

Para Eline, o aspirador robô é um item fundamental para seu dia a dia. “Não ficamos mais sem ele. Já compramos peça de reposição e tomamos muito cuidado, pois sabemos que o trabalho será muito maior sem ele.”

Abaixo, o aspirador de Paula em ação.

 

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).