O presidente do conselho do UBS, Axel Weber, disse que não espera uma fusão no curto prazo com o Credit Suisse, mesmo depois de o rival suíço ter dito no fim de semana que um acordo não seria “irracional” e que poderia trazer vários benefícios.

Ambos os bancos nomearam recentemente novos CEOs e os dois presidentes do conselho devem renunciar em breve, por isso, seria um momento inoportuno para um acordo, disse Weber em entrevista na segunda-feira. Seus comentários seguem uma entrevista a uma publicação suíça do presidente do conselho do Credit Suisse, Urs Rohner, na qual deu a indicação mais forte de que tal fusão poderia acontecer em algum momento.

“Sempre acrescenta se dois bancos domésticos falam sobre fusões, mas elas são muito, muito difíceis de implementar”, disse Weber à Bloomberg TV. “Não espero que isso aconteça na atual conjuntura. Acho que serão coisas discutidas nos próximos anos, antes de vermos qualquer movimento concreto.”

Bancos europeus tentam ganhar peso nos mercados domésticos antes que a tão esperada consolidação internacional ocorra. Acordos na Espanha e na Itália reforçaram especulações sobre transações maiores. Na Suíça, Weber tem estudado a viabilidade de uma megafusão com o Credit Suisse como parte de um exercício de reflexão sobre opções estratégicas futuras, disseram à Bloomberg pessoas a par do assunto em setembro.

O UBS e o Credit Suisse são menores que seus rivais nos Estados Unidos e avaliados com menor preço pelos investidores, e uma única instituição teria mais influência, disse Rohner em entrevista ao jornal suíço Schweiz am Wochenende. O executivo não quis comentar “rumores” sobre um possível acordo, mas disse que os presidentes do conselho dos bancos têm o dever de pensar sobre tais cenários.

Rohner e Weber chegam ao final de seus mandatos, e os dois bancos nomearam recentemente novos diretores-presidentes. No Credit Suisse, Thomas Gottstein substituiu Tidjane Thiam em fevereiro, enquanto Ralph Hamers acaba de assumir o comando do UBS.

“Acabamos de ganhar uma nova gestão”, disse Weber na entrevista. “O presidente do conselho lá está mudando, meu mandato está terminando. Este não é o momento em que você entra nesse tipo de discussões.”

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).