O Pix promete revolucionar o setor bancário, substituindo de forma gratuita e mais eficiente os tradicionais DOC e TED. De olho na fidelização de clientes em um ambiente cada vez mais competitivo, os bancos estão oferecendo sorteios de até R$ 1 milhão e milhares de pontos nos programas de fidelidade para os clientes que os priorizarem na hora de cadastrar as chaves do novo sistema de transferências.

A chave é uma forma de identificar a conta de quem está recebendo dinheiro por meio do Pix. Hoje, ao fazer uma transferência para uma conta de outro banco, é preciso digitar uma série de dados da outra pessoa, como nome, CPF, número da conta e da agência.

Com o Pix, sistema estruturado pelo Banco Central, será necessário digitar apenas uma chave – aquela que a pessoa cadastrou no banco. Cada usuário pessoa física poderá cadastrar até quatro chaves para identificação das suas contas ao receber dinheiro.

São elas: o endereço de e-mail, os números do telefone celular, do CPF ou um conjunto aleatório com números, letras e símbolos.

Cada pessoa escolhe qual e quantas chaves vai cadastrar e em qual instituição o cadastramento será feito. Se quiser, pode cadastrar só uma chave em um único banco. Também pode cadastrar mais de uma chave em bancos diferentes.

Só não pode cadastrar a mesma chave, como o CPF, em mais de um banco.

As chaves mais valiosas

É por isso que as instituições financeiras querem garantir que você cadastre com elas um número que não muda nunca, como o CPF, ou de fácil memorização, como o telefone celular.

Quando for fazer uma transação, é mais provável que o cliente use uma chave que ele lembre –nesse caso, estará automaticamente optando por um banco para receber dinheiro.

“O CPF e o número de celular são chaves que você sabe de cabeça, são as mais nobres. Lembrando que são códigos para receber dinheiro, não para transferir dinheiro. Ao estimular o cliente a cadastrar essas chaves nobres, os bancos estão apostando na criação de portas de entrada para que recursos entrem na instituição”, explica Alexandre Pinto, diretor de inovação e novos negócios da Matera, empresa de soluções para o setor financeiro.

Nada impede que no futuro que você mude o cadastro do seu CPF ou telefone celular de um banco para outro –o Banco Central já afirmou que haverá portabilidade. Mesmo assim, as ofertas vêm atrelam o cadastramento dessas chaves mais “valiosas” a benefícios.

“Existe a possibilidade de fazer a portabilidade da chave, de forma muito parecida com o conceito de número de celular. Será até mais fácil, com o processo sendo quase instantâneo, dependendo da confirmação dos dois bancos”, afirma o diretor. “De qualquer forma, é positivo para os bancos conseguirem esse cadastro de chaves nobres, até porque as pessoas são preguiçosas. Se você quer resolver algo rápido, vai dar o número que lembra primeiro, e é para esse banco que o dinheiro vai ser transferido”.

Prêmios e pontos em programas de fidelidade

As vantagens que estão sendo oferecidas variam de prêmios definidos em sorteio a benefícios mais palpáveis, como pontos em programas de fidelidade ou carência de juros no cheque especial.

O Santander, por exemplo, oferece 10 dias por mês sem taxas se o cliente entrar no cheque especial. A oferta só vale para aqueles que cadastrarem CPF ou CNPJ e celular. Além disso, o banco está fazendo a promoção SX do Milhão, com sorteio de dois prêmios de R$ 1 milhão, um para pessoas físicas e outro pra pessoas jurídicas.

O banco digital C6 Bank está oferecendo até 6.000 pontos no seu programa de fidelidade Átomos para os usuários que cadastrarem CPF e número de celular.

Os clientes com cartão C6 Carbon, modalidade correspondente à versão Mastercard Black, receberão 500 pontos por mês durante os 12 primeiros meses, somando os 6.000 pontos Átomos. Clientes com cartão C6, modalidade isenta de anuidade, ganharão 100 pontos por mês no mesmo período, totalizando 1.200 pontos Átomos.

O Nubank também vai realizar uma série de sorteios, totalizando R$ 370 mil em prêmios até o final do ano.

No que está chamando de “primeira fase”, a fintech vai sortear, para chaves cadastradas entre 5 de outubro e 15 de novembro, seis prêmios no valor de R$ 20 mil cada um. Na segunda fase (entre 16 de novembro e 31 de dezembro), serão sorteados cinco prêmios de R$ 50 mil cada um para os que fizerem transferências no Pix do Nubank.

Outro que oferece vantagens é o Banco do Brasil: tanto para pessoas físicas como para empresas, a instituição financeira irá realizar 24 sorteios de R$ 5 mil, três de R$ 50 mil e um grande prêmio de R$ 100 mil.

 

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).