MADRI (Reuters) – A Telefónica anunciou plano de demissão para funcionários nascidos até 1967 e com pelo menos 15 anos de casa, afirmou a central sindical espanhola UGT, nesta terça-feira. A entidade calculou que 3.261 funcionários estão incluídos nas condições anunciadas pela empresa.

O terceiro maior grupo de telecomunicações da Europa emprega 16 mil funcionários na Espanha e vai limitar o número de participantes no plano a 60% do pessoal elegível, afirmou a UGT, acrescentando que a consultoria KPMG ajudou na elaboração do plano.

Alguns departamentos serão poupados, como os focados em cibersegurança, marketing e inteligência artificial, afirmou o representante da UGT Diego Gallart à Reuters.

“A maior parte dos cortes vai ocorrer em implantação de rede, manutenção e departamentos de serviços mais básicos aos clientes, disse Gallart.

A Telefónica não comentou o assunto.

Uma fonte informou anteriormente que 2 mil a 4 mil empregos seriam cortados, após movimentos semelhantes adotados na Espanha por Vodafone e Orange.

(Por Clara-Laeila Laudette)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).