BRUXELAS (Reuters) – O superávit comercial não ajustado da zona do euro foi muito menor do que o esperado em agosto uma vez que o bloco teve que pagar muito mais pela energia importada, mostraram dados nesta sexta-feira.

A agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, disse que o superávit comercial externo dos 19 países que usam o euro foi de 4,8 bilhões de euros em agosto, contra 14 bilhões de euros um ano antes. Economistas consultados pela Reuters esperavam excedente de 16,1 bilhões de euros,

Ajustado para mudanças sazonais, o superávit comercial foi de 11 bilhões, disse a Eurostat.

A Eurostat informou que o déficit comercial da União Europeia em energia no período de janeiro a agosto cresceu para 151,9 bilhões de euros de 108,7 bilhões no mesmo período de 2020.

(Reportagem de Jan Strupczewski)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).