Regiões que estiverem na fase amarela por duas semanas poderão reabrir bares e restaurantes no Estado de São Paulo até as 22 horas. Com isso, a capital paulista poderá reabrir esses estabelecimentos. A medida vale a partir desta quinta-feira (6) e foi anunciada pelo governador João Doria (PSDB) durante coletiva de imprensa.

De acordo com Doria, os estabelecimentos poderão funcionar pelo período de seis horas e poderão escolher o horário de funcionamento, respeitando a capacidade de 40% de ocupação, e só poderão ser atendidos clientes sentados. Não será permitido que pessoas fiquem em pé dentro dos locais.

Havia uma demanda do setor para essa alteração. Antes, pelo Plano São Paulo, restaurantes de cidades na fase amarela tinham permissão para funcionar seis horas por dia, com ocupação máxima de 40% da capacidade e sonente até as 17 horas.

Desde 4 de julho, bares, restaurantes, salões de beleza e barbearias nessa fase podiam funcionar dessa forma. Na cerimônia de assinatura desses protocolos na capital paulista, em julho, o presidente da Câmara Municipal, Eduardo Tuma (PSDB), destacou que restaurantes que funcionam exclusivamente à noite teriam de permanecer fechados. “Faço aqui um apelo público ao governo do Estado, que limitou até as 17 horas. Não me parece lógico que assim seja do ponto de vista da saúde e ainda mais do ponto vista econômico”, disse.

À época, a justificativa dada por Patrícia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico, foi de que o limite às 17h seria uma forma de permitir a retomada econômica desses locais, mas sem deixar a saúde pública de lado, evitando que as pessoas ficassem até tarde nas mesas.

Na primeira semana após a liberação, uma pesquisa feita pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-SP) na capital paulista com 140 estabelecimentos apontou que 80% dos bares e 59% dos restaurantes não abriram as portas e nem pretendiam. De cada dez bares, oito afirmaram não ser possível reabrir no horário estipulado e 55% disseram que a proibição de mesas na calçada afeta o negócio.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.