O investidor estrangeiro pode estar com receio de voltar a colocar o seu dinheiro no mercado financeiro, mas isso não se aplica aos negócios do mundo real, que cresce muito acima do ritmo do PIB.

A Smart Fit, maior rede de academias de baixo custo do país, acaba de receber um aporte de R$ 1,071 bilhão do fundo de pensão canadense CPPIB em troca de uma fatia de 12% na empresa.

Qual o contexto? O mercado brasileiro é um dos maiores do mundo no segmento de academias. Existem mais de 34 mil no país, o que coloca o país atrás apenas dos Estados Unidos, segundo dados da IHRSA, a associação mundial dessa indústria. O número de praticantes no país se aproxima de 10 milhões. Nada mais natural, portanto, que fundos estrangeiros estejam de olho em grandes companhias brasileiras.

O que a Smart Fit oferece? A rede foi fundada pelo empreendedor Edgard Corona em 2009, inaugurando o modelo de negócios de academias de baixo custo, que concilia equipamentos novos de musculação com localização privilegiada e preços baixos (as mensalidades ficam abaixo de R$ 100). A rede superou neste ano a marca de 2 milhões de clientes em suas mais de 550 academias no Brasil e em outros cinco países da América Latina.

Outras empresas adotaram esse modelo e se expandiram pelo país, como a Blue Fit e a Just Fit.

Corona é também o fundador da rede de academias Bio Ritmo, voltada para um público que está disposto a pagar mais pela mensalidade para frequentar unidades maiores, com oferta mais ampla de aulas e atividades.

O que disse o fundo canadense? “Apoiada por uma forte equipe de gestão e com um histórico sólido de sucesso, a Smart Fit está bem posicionada para tirar vantagem da preocupação crescente com saúde e a forma física na região “, disse Tania Chocolat, chefe de investimentos diretos da CPPIB para a América Latina.

O que acontece agora? Os recursos podem ser utilizados para acelerar o plano de crescimento da Smart Fit. Junto com a Bio Ritmo, a rede entrou em setembro no mercado de planos de assinatura de academias, com forte apelo entre empresas. É um dos modelos com forte crescimento, em que os usuários ganham acesso a um número elevado de academias mediante uma mensalidade que é subsidiada parcialmente pela companhia em que trabalham. O principal player desse segmento é a Gympass.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).