BRASÍLIA (Reuters) – O novo secretário especial do Tesouro e Orçamento, Esteves Colnago, afirmou nesta sexta-feira que, sem a aprovação da PEC dos Precatórios, o governo só consegue atualizar o valor do Bolsa Família neste ano pela inflação, chegando a um benefício de 220 reais.

Hoje, o benefício médio pago pelo programa é de cerca de 190 reais.

Em coletiva de imprensa, Colnago frisou que a PEC é necessária para que o Auxílio Brasil, como foi rebatizado o Bolsa Família pelo governo Jair Bolsonaro, possa ir a 400 reais nos meses de novembro e dezembro, como prometido pelo presidente.

(Por Marcela Ayres)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).