A riqueza combinada dos bilionários norte-americanos, incluindo a do fundador da Amazon, Jeff Bezos, e a do presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, saltou mais de 19%, ou meio trilhão de dólares, desde o início da pandemia de Covid-19 nos Estados Unidos, de acordo com um relatório publicado pelo Instituto de Estudos de Políticas (IPS).

Durante as 11 semanas transcorridas desde 18 de março, quando os isolamento dos EUA começaram, a riqueza das pessoas mais abastadas do país aumentou mais de US$ 565 bilhões, enquanto 42,6 milhões de trabalhadores pediram auxílio-desemprego, disse o relatório.

“Estas estatísticas nos lembram que estamos mais divididos econômica e racialmente do que em qualquer época em décadas”, disse Chuck Collins, coautor do estudo.

Neste período de 11 semanas, Bezos viu sua riqueza crescer em cerca de US$ 36,2 bilhões, e a fortuna de Zuckerberg aumentou em cerca US$ 30,1 bilhões. O patrimônio do executivo-chefe da Tesla, Elon Musk, também aumentou US$ 14,1 bilhões.

Na última semana, a riqueza dos bilionários norte-americanos cresceu US$ 79 bilhões, segundo o relatório.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.