A Renault divulgou nesta sexta-feira (19) que teve prejuízo líquido de 8,01 bilhões de euros em 2020, em função do impacto da pandemia de covid-19, o que levará a montadora francesa a propor cancelar o pagamento de dividendos referentes ao último ano durante sua reunião geral de acionistas. Em 2019, a empresa registrou perda muito menor, de 141 milhões de euros.

No ano passado, a parceira japonesa Nissan deu contribuição negativa de 4,97 bilhões de euros ao resultado da Renault.

A receita da Renault em 2020 ficou em 43,47 bilhões de euros, ante 55,54 bilhões de euros no ano anterior.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).