A edição de 2019 da Black Friday, dia especial de ofertas e promoções que ano a ano conquista mais os brasileiros, acontece nesta sexta-feira (29). Pensando em ajudar você a entender do que se trata e como aproveitar, respondemos as principais buscas feitas pelos brasileiros ao Google Brasil entre os dias 27 de outubro e 16 deste mês, em levantamento feito a pedido do 6 Minutos.

Quando é a Black Friday? / Qual o dia oficial da Black Friday?

O dia oficial da Black Friday é nesta sexta-feira, 29 de novembro.

Que dia começa a Black Friday?

Apesar da Black Friday em si acontecer na sexta-feira, diversas empresas se anteciparam e foram anunciando ofertas ao longo de todo o mês. Algumas deram o nome de “Esquenta Black Friday” ou “Black November

Ofertas da Black Friday?

A Black Friday chegou em quase todos os segmentos de vendas e prestação de serviços. Se você procurar bem, pode encontrar ofertas de quase tudo, de serviços financeiros a fast food, passando por produtos eletrônicos e até imóveis.

O que significa Black Friday?

Na tradução literal do inglês, “sexta-feira negra”. Denominada assim há algumas décadas nos Estados Unidos, trata-se do primeiro dia após o Dia de Ação de Graças, comemorado pelos americanos na quarta quinta-feira de novembro. Por lá, ficou marcado como o dia que inaugura a temporada de compras para o Natal.

O que comprar na Black Friday?

Antes de mais nada, não vamos tirar o olho da educação financeira: não vale a pena se endividar por um bom desconto. Então, o que vale comprar é aquilo que você quer ou precisa e que não vai comprometer o seu orçamento.

O segredo, segundo as dicas do site Reclame Aqui, é você acompanhar os preços durante as semanas que antecedem a Black Friday. Assim, vai ficar fácil saber se a promoção é de verdade ou se você está sendo enrolado. A plataforma também recomenda que você compre sempre de lojas e fornecedores que você já conhecia antes do dia de promoção, para evitar cair em fraudes.

Como funciona a Black Friday?

Não existem regras específicas para isso, que regulem quanto de oferta uma empresa precisa dar para entrar na Black Friday, por exemplo. No entanto, as regras do Código de Defesa do Consumidor se aplicam normalmente, incluindo a possibilidade de punição por propaganda enganosa e a possibilidade de cancelamento de compras feitas por meios digitais.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).