BERLIM (Reuters) – A produção industrial da Alemanha recuou inesperadamente em setembro, mostraram dados oficiais nesta sexta-feira, uma vez que os gargalos de oferta continuaram a pesar sobre a maior economia da Europa.

A Agência Federal de Estatísticas informou que a produção industrial teve queda de 1,1% no mês depois de recuo de 3,5% em agosto, em dado revisado. Pesquisa da Reuters apontava alta de 1% em setembro.

O setor ainda registrou queda de 2,4% da produção no terceiro trimestre em relação aos três meses anteriores, e está atualmente 9,5% abaixo do patamar de fevereiro de 2020, antes de as medidas para conter o coronavírus na Alemanha começarem.

As perdas em setembro deveram-se à queda na produção dos setores de engenharia mecânica, equipamentos elétricos e de equipamentos de processamento de dados, disse o Ministério da Economia,

“Gargalos de oferta de matérias-primas e produtos intermediários que acontecem há um longo tempo estão se refletindo no setor mais amplo”, disse o ministério.

(Reportagem de Riham Alkousaa)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).