BERLIM (Reuters) – A produção industrial alemã caiu em maio, mostraram dados nesta quarta-feira, outro indício de que gargalos no fornecimento de semicondutores estão desacelerando a recuperação na maior economia da Europa.

A Agência Federal de Estatísticas da Alemanha informou que a produção industrial caiu 0,3% no mês, após uma queda revisada para cima de 0,3% em abril. Pesquisa da Reuters apontava um aumento de 0,5%.

A diminuição foi impulsionada pela queda na produção de bens de capital, como maquinário e veículos, que caiu 3,4%, apontam os dados. A produção de bens de consumo, bens intermediários e construção aumentou.

Em comparação com fevereiro de 2020, um mês antes do início das restrições em combate ao coronavírus, a produção caiu 5% em termos ajustados sazonalmente e de calendário.

O Ministério da Economia alemão informou que a queda se deve principalmente aos gargalos de semicondutores que estão afetando o setor automotivo, mas informou que a previsão para a economia continua positiva devido à forte demanda e às expectativas otimistas para a exportação.

(Por Riham Alkousaa)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).