Por Balazs Koranyi

FRANKFURT (Reuters) – O presidente do Bundesbank (banco central alemão), Jens Weidmann, um dos membros mais conservadores do Conselho de Governança do Banco Central Europeu (BCE), está renunciando ao cargo a partir de 31 de dezembro, disse o Bundesbank nesta quarta-feira.

“Cheguei à conclusão de que mais de dez anos é uma boa medida de tempo para virar a página –para o Bundesbank, mas também para mim pessoalmente”, disse o Bundesbank citando Weidmann.

Weidmann está deixando o banco central alemão, que dirige desde maio de 2011, por motivos pessoais, acrescentou o banco.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).