A Embraer registrou um prejuízo líquido de R$ 234,2 milhões no terceiro trimestre, reduzindo perdas em relação ao mesmo período do ano passado, quando o indicador foi negativo em R$ 797,5 milhões. No critério ajustado, as perdas foram de R$ 179,7 milhões no período, informou a fabricante de aeronaves na manhã desta sexta-feira (5) em balanço enviado à CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

O prejuízo líquido ajustado exclui o Imposto de Renda e a contribuição social diferidos e do impacto líquido, após imposto dos itens especiais que eventualmente tenham sido contabilizados.

O Ebitda alcançou R$ 380,7 milhões no período, ante R$ 1 milhão um ano antes. No critério ajustado, o indicador marcou R$ 410,7 milhões. Com isso, a margem Ebitda ajustada no terceiro trimestre foi de 8,2%, ante margem negativa de 1% em igual intervalo de 2020.

A receita líquida da companhia, por sua vez, alcançou R$ 5 bilhões de julho a setembro, alta de 22% sobre igual intervalo do ano anterior.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).