WASHINGTON (Reuters) – Os preços de importados nos Estados Unidos caíram inesperadamente em dezembro, em meio a um declínio no custo de produtos petrolíferos, o que se soma a sinais de que o pior da inflação elevada provavelmente já passou.

Os preços de importados recuaram 0,2% no mês passado, primeira queda desde agosto, após alta de 0,7% em novembro, informou o Departamento do Trabalho norte-americano nesta sexta-feira. Em 12 meses até dezembro, os preços subiram 10,4%, após avançarem 11,7% em novembro.

Economistas consultados pela Reuters previam alta de 0,3% nos preços de importados, que excluem tarifas.

Os preços dos combustíveis importados caíram 6,5% no mês passado, após alta de 2,3% em novembro. Os preços do petróleo recuaram 6,0%, enquanto o custo de alimentos importados aumentou 0,5%.

O núcleo do índice de preços de importados, que exclui combustíveis e alimentos, teve alta de 0,5%, após ganho de 0,6% em novembro. Em 12 meses, o aumento do núcleo foi de 5,7% em dezembro.

(Por Lucia Mutikani)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).