A Aquis Exchange, segunda maior plataforma de negociação de ações europeias em Londres, disse que quase todo o volume foi transferido para a União Europeia na primeira sessão desde o Brexit.

O CEO da plataforma, Alasdair Haynes, disse à Bloomberg TV na segunda-feira que 99,6% das negociações de ações europeias foram transferidas para a bolsa paralela em Paris.

“A Europa claramente venceu a batalha pela negociação de suas próprias ações”, disse. A mudança “é um gol contra espetacular, já que o Reino Unido está perdendo sua posição muito forte na negociação de ações europeias em Londres”, disse.

A City of London perdeu os direitos de acesso ao mercado único em 31 de dezembro, e a UE não permitiu que investidores dentro do bloco negociassem ações de empresas como Airbus e BNP Paribas a partir do Reino Unido.

Haynes disse estar pessimista sobre a concessão de direitos de negociação pela UE por meio do processo de equivalência, citando os problemas com a Suíça sobre a mesma questão em 2019. Depois que o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, fechou um acordo comercial para o Brexit em 24 de dezembro, os dois lados estabeleceram março como prazo para um memorando de entendimento sobre a regulamentação dos serviços financeiros, um dos principais motores da economia britânica.

“A conversa sobre a concessão da equivalência nos próximos meses está na ‘terra dos sonhos’”, disse Haynes. “Levará anos, se é que algum dia, para obter a equivalência.”

O Reino Unido mudará suas regras para atrair emissores e investidores para o mercado britânico, mas não necessariamente permitirá a negociação de ações da UE em Londres, de acordo com Haynes.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).