Por Roberto Samora

(Reuters) – A Petrobras espera fechar na quarta-feira um acordo para arrendar o terminal de regaseificação na Bahia, disse nesta terça-feira o presidente da estatal, Joaquim Silva e Luna, citando um dos movimentos da empresa que colaboram para ampliar a oferta de gás para termelétricas.

A declaração do executivo em audiência na Câmara dos Deputados está em linha com reportagem da Reuters, publicada na véspera, de que o acordo deveria ser concluído nos próximos dias.

A nova empresa que vai assumir o terminal de GNL na Bahia irá instalar um navio no local, permitindo então que a Petrobras desloque seu um navio regaseificador da unidade baiana para o Terminal de Regaseificação de GNL de Pecém, no Ceará.

Luna disse ainda que a parada programada para manutenção da plataforma de Mexilhão, importante produtora de gás, deverá estar concluída em 30 de setembro.

A Petrobras disse anteriormente que as atividades da parada programada de Mexilhão e do gasoduto Rota 1, que escoa o gás produzido no campo e em outras plataformas da Bacia de Santos, estavam previstas para ocorrer até 28 de setembro.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).