RIO DE JANEIRO (Reuters) – A Petrobras desistiu de vender o campo de Marlim, na Bacia de Campos, ao entender que é um projeto resiliente a baixos preços do petróleo e que adiciona valor à companhia, afirmaram executivos nesta quinta-feira, em teleconferência com analistas de mercado.

“É um ativo que já conseguimos extensão, é um ativo resiliente, que captura valor e está alinhado ao nosso portfólio”, disse o diretor executivo Financeiro e de Relacionamento com Investidores, Rodrigo Araujo.

“A gente está trazendo o ativo (de Marlim) de volta para a carteira, tirando do processo de desinvestimento, isso é natural para o processo de gestão do nosso portfólio, que é contínuo.”

(Por Marta Nogueira)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).