Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) – O grupo de varejo Pernambucanas deve investir quase 300 milhões de reais em 2022 para viabilizar a abertura de mais 56 lojas no país, disse o presidente-executivo do grupo, Sérgio Borriello.

Segundo ele, a abertura das novas lojas elevará o portfólio da rede para cerca de 530 unidades. O grupo deve encerrar 2021 com 468 lojas no país. Cada nova loja tem um custo de ao menos 5 milhões de reais, segundo o executivo.

“Estamos muito focados em Bahia, Pernambuco e Sergipe, onde estamos fazendo o mesma desenho que fizemos no Rio em cerca de dois anos e meio”, disse ele durante evento do grupo Lide.

“A gente está olhando para além do ano que vem. Temos uma visão de mais longo prazo”, adicionou. “Abertura de capital é uma via de crescimento para qualquer empresa no Brasil e a gente não é diferente, mas não temos nada planejado por enquanto”, declarou.

O grupo passou por um processo de venda de ativos e desinvestimentos para se financiar pelos próximos anos. Agora, parcerias e aquisições, especialmente de startups, estão no radar.

“As aquisições menores e startups é algo que olhamos sempre e estamos fazendo de forma pontual. Temos uma laboratório digital para acelerar esse processo”, disse Borriello.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).