Por Lucia Mutikani

WASHINGTON (Reuters) – O número de norte-americanos que entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego aumentou inesperadamente na semana passada, mas isso não deve sugerir uma mudança material nas condições do mercado de trabalho, já que se espera outro mês de forte crescimento do emprego em julho.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego aumentaram em 51 mil, para um número com ajuste sazonal de 419 mil na semana encerrada em 17 de julho, informou o Departamento do Trabalho nesta quinta-feira. Economistas consultados pela Reuters previam 350 mil novos pedidos para a última semana.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).