WASHINGTON (Reuters) – O número de norte-americanos que entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego caiu para perto de patamares anteriores à pandemia na semana passada, com a recuperação do mercado de trabalho ganhando impulso, embora a escassez de trabalhadores continue prejudicando ganhos mais rápidos de empregos.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego caíram em 1 mil, para 268 mil em dado ajustado sazonalmente, na semana encerrada em 13 de novembro, informou o Departamento do Trabalho dos EUA nesta quinta-feira. Esse foi o patamar mais baixo desde o início da pandemia de Covid-19 nos EUA, há mais de 20 meses.

Economistas consultados pela Reuters previam 260 mil novos pedidos para a última semana.

(Por Lucia Mutikani)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).