ROMA (Reuters) – A pandemia de coronavírus na Europa é mais uma vez motivo de “considerável preocupação” e suas consequências para as economias são difíceis de prever, disse o presidente do Banco da Itália nesta sexta-feira.

“A recuperação da economia (da Itália) está avançando em um ritmo melhor do que o esperado há apenas alguns meses… No entanto, a incerteza permanece alta, refletindo principalmente uma situação sanitária que mais uma vez se tornou uma fonte de considerável preocupação”, disse Ignazio Visco, acrescentando que os indicadores de curto prazo continuavam favoráveis, no geral.

Os países europeus e asiáticos endureceram restrições de viagens nesta sexta-feira, depois que uma nova variante do coronavírus, possivelmente resistente às vacinas, foi detectada na África do Sul, com UE, Reino Unido e Índia entre aqueles que anunciaram controles de fronteira mais rígidos.

Visco disse que o novo aumento no número de infecções na Europa e em outros países afastou “a perspectiva pós-Covid”.

O presidente do banco central também alertou que as instituições financeiras estão mais expostas aos riscos de segurança cibernética –com os ataques cibernéticos a bancos europeus aumentando em 54% neste ano– e pediu mais cuidado no seu monitoramento e gerenciamento.

(Por Giuseppe Fonte e Giulia Segreti)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).