BRASÍLIA (Reuters) – O projeto de lei orçamentária anual (PLOA) de 2022 prevê fundo eleitoral de 2,128 bilhões de reais, afirmou o secretário do Orçamento Federal, Ariosto Culau.

A peça orçamentária, enviada nesta terça-feira ao Congresso, também prevê a realização de “volume grande de concursos”, apontou ele, destacando que a previsão é do preenchimento de 41.700 vagas em diversos órgãos públicos e nas agências reguladoras.

Também presente na coletiva de imprensa, o secretário especial do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal, afirmou que não há previsão de reajuste do funcionalismo público no Orçamento do ano que vem. Funchal afirmou ainda que o governo não está discutindo nenhum tipo de subterfúgio para tirar algum gasto do teto.

(Por Marcela Ayres)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).