O Nubank está considerando cortar a faixa de preço de sua oferta pública inicial de ações na New York Stock Exchange, a NYSE, de acordo com pessoas familiarizadas com o assunto.

O banco digital brasileiro avalia a possibilidade de reduzir o valor por ação proposto na oferta — entre US$ 10 e US$ 11 — após uma forte correção nas empresas globais de tecnologia, disseram as pessoas, que pediram para não serem identificadas porque o assunto não é público. As deliberações estão em andamento e não há decisão final sobre alterar a faixa, segundo as pessoas.

O Nubank não comenta. O preço será definido em 8 de dezembro, de acordo com documento enviado à CVM.

O Nubank apresentou os detalhes da operação no começo de novembro. A empresa sinalizou que pretende levantar mais de US$ 3 bilhões com a transação e ser avaliada em até US$ 50,6 bilhões, segundo o prospecto. O Nubank busca listar suas ações ordinárias Classe A nos Estados Unidos e, simultaneamente, tendo recibos de depósito brasileiros negociados na B3.

Maior banco digital independente do mundo, o Nubank está na linha de frente das novas empresas de tecnologia financeira que estão transformando a América Latina. Morgan Stanley, Goldman Sachs Group e Citigroup Inc. estão entre os bancos responsáveis pela oferta. Espera-se que as ações sejam negociadas sob o símbolo NU, enquanto os BDRs serão negociados sob o ticker NUBR33.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).