(Reuters) – A Novonor, ex-Odebrecht, avalia vender a fatia que tem na Braskem por meio de uma oferta secundária de ações, afirmou a petroquímica em comunicado na noite de quarta-feira.

A Novonor já havia organizado um processo competitivo para atrair potenciais compradores de sua participação Braskem. Como o processo fracassou, várias mídias, incluindo a Reuters, publicaram que a Novonor passou a considerar a venda por meio de oferta de ações.

No comunicado de quarta-feira, a Braskem afirmou ter recebido correspondência da Novonor indicando que considera vender a participação via oferta secundária de ações, mas que uma decisão a respeito ainda não foi tomada.

A Braskem acrescentou que apoiará a Novonor em eventuais estudos para a potencial oferta.

(Reportagem de Gram Slattery)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).