A Netshoes escalou um time de influenciadores para impulsionar mais uma edição de sua maratona anual de descontos, que começa nesta semana. É a segunda promoção desse tipo realizada em plena pandemia. Como na primeira, a empresa deve se beneficiar da expansão do e-commerce, que ganhou relevância nos gastos dos consumidores durante a quarentena.

Do que se trata essa maratona? É uma promoção que vai de quinta-feira (30) a domingo (2 de agosto). São mais de 1.500 produtos com descontos de até 80% e frete grátis para alguns itens. Para dar uma ideia da importância da campanha, é a segunda principal data de vendas da Netshoes, perdendo apenas para a Black Friday.

Na primeira maratona, realizada em agosto de 2019, as vendas cresceram 166% em relação à semana anterior. Em abril, mesmo com a pandemia da covid-19, as vendas aumentaram em 104%.

Quem são os influencers que vão participar? A principal é a cantora Luísa Sonza, que divulgará a marca em suas redes sociais. O nome Netshoes estará presente no clipe da música “Toma”, que será lançado na sexta-feira, dia 31.

A maratona vai contar ainda com a participação de Lucas Lucco, Hariany, Lara Silva + Banca Digital: Alfinetei, SouEuNaVida, Choquei, Nazaré Amarga e Gina Indelicada.

E qual a expectativa para a maratona deste ano? Florence Scappini, diretora de marketing da Netshoes, disse que a expectativa é boa. “É uma campanha abrangente e democrática, com muita variedade de produtos.”

Qual o impacto da pandemia para a Netshoes? A empresa foi beneficiada pela força que o e-commerce ganhou no dia a dia das pessoas, com a entrada de milhares de novos consumidores. Por outro lado, também sentiu as mudanças do padrão de consumo.

Florence conta que a categoria futebol, que sempre teve um peso importante para a Netshoes, caiu durante a pandemia. Por outro lado, produtos das categorias fitness e conforto tiveram aumento de vendas. “Ficar em casa mudou a forma como as pessoas passaram a se vestir, por isso cresceu a demanda por roupas casuais. Com a chegada do frio, cresceram as vendas de agasalhos e moletons.”

Na categoria fitness, houve aumento nas vendas de halteres, elásticos, colchonetes. “Esporte deixou de ser outdoor e se tornou indoor. O lado bom é que as pessoas mantiveram, na medida do possível, a prática da atividade física, que é tão importante neste momento.”

Houve entrada de novos clientes? Sem citar números, Florence disse que houve um crescimento de novos clientes de 70% em relação ao mesmo período de 2019. Considerando a vendas de junho, os clientes que fizeram compras pela primeira vez foram 30% do total da Netshoes e 40% na Zattini.

“Fazer previsão para o futuro é extremamente desafiador. Não dá para saber se todos que compraram pela primeira vez vão continuar. O interessante é perceber como a pandemia antecipou anos de tendência, ampliando a penetração do e-commerce”, afirmou.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.