BRASÍLIA (Reuters) – O coordenador-Geral de Operações da Dívida Pública, Luis Felipe Vital, afirmou nesta quarta-feira que não há previsão de mudança de estratégia na gestão da dívida e indicou que a “alta considerável” ocorrida na curva de juros em outubro basicamente traduz o noticiário fiscal.

Em coletiva de imprensa, ele ressaltou que o cenário foi de bastante volatilidade no mês e que o Tesouro teve “postura mais ativa” em seu acompanhamento de mercado.

Na prática, o Tesouro buscou ajustar sua estratégia de emissão, reduzindo lotes de leilão e antecipando publicação de portarias, para que o mercado encontrasse maior estabilidade, indicou Vital.

De acordo com o técnico do Tesouro, não há previsão de mudança de estratégia na gestão da dívida, que segue a mesma desde que o Tesouro realizou a revisão do seu Plano Anual de Financiamento (PAF) em maio.

(Por Marcela Ayres)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).