Para vencer a guerra do e-commerce, B2W (dona da Americanas.com, Shoptime e Submarino) aposta na ampliação das vendas de supermercado e na redução do prazo de entrega. Hoje, as vendas dessa categoria já representam 53% de tudo que é comercializado pela B2W.

“Mercado é uma categoria que cresce 8 vezes ano contra ano e tem ainda muito espaço para avançar. Começamos com presença em 2 Estados, estamos em 8 e o fechamento de parcerias importantes permitirá ampliar a expansão geográfica para 1.500 lojas”, afirma o diretor de Relações com Investidores da B2W, Raoni Lapagesse.

Para impulsionar as vendas dessa e de outras categorias, a companhia aposta na redução do prazo de entrega. No primeiro trimestre, 14% das entregas foram realizadas em até 3 horas.

A meta é encurtar ainda mais esse tempo. Por isso, a B2W comprou a Shipp, que atua com o chamado ultra fast delivery, com entregas em 36 minutos.

Outra frente dessa disputa vai ser travada no marketplace, segmento em que a B2w já conta com 100 mil sellers (lojas de terceiros). Uma das estratégias para dar mais competitividade ao marketplace foi trabalhar com o frete grátis.

Nos últimos dias, a companhia anunciou uma parceria com a plataforma de live commerce OOOOO, que deve acelerar o Americanas ao Vivo. Por meio do live commerce, a empresa dará um novo espaço de venda para os sellers também.

“Em breve, vamos mostrar para o cliente uma nova forma de comprar, associando compra com entretenimento”, disse Márcio Cruz, CEO da B2W.

O que está por trás dessa estratégia? Está a busca pelo aumento da utilização o app e da frequência de compra. Quanto mais as pessoas utilizarem o app, mais relevante ele se torna e mais oportunidades de compra se criam. Hoje, o app tem mais de 22 milhões de clientes ativos.

 

 

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).