Por Marta Nogueira

RIO DE JANEIRO (Reuters) – O Ministério de Minas e Energia definiu 88 projetos de energia elétrica como prioritários, nos próximos seis meses, para fins de emissão de debêntures incentivadas, informou a pasta nesta quarta-feira.

Do montante total, 59 projetos são de geração, oito de transmissão e 21 de distribuição de energia elétrica.

Dos projetos aprovados pelo ministério neste ano, já foram emitidas 12 debêntures de infraestrutura, com volume total de 4,3 bilhões de reais.

“As concessionárias e autorizatárias titulares de projetos de energia elétrica, constituídas sob a forma de sociedade por ações, têm buscado utilizar a emissão de debêntures incentivadas de infraestrutura para financiar seus projetos de investimentos, tendo em vista a boa aceitação desses títulos no mercado”, afirmou o ministério.

O setor de energia elétrica, acrescentou a pasta, é o que apresenta maior quantidade de emissões e de volume de recursos captados via debêntures incentivadas de infraestrutura, dos sete setores que podem ter projetos de investimento aprovados como prioritários.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).