A rede de comércio eletrônico Mercado Livre captou US$ 1,55 bilhão em oferta subsequente (follow on, no termo em inglês) de ações nesta terça-feira na Nasdaq, em Nova York. A operação teve a venda de 1 milhão de papéis, ao preço de US$ 1.550,00 cada.

Os recursos serão usados para “fins corporativos gerais”, de acordo com o prospecto. Há ainda a chance de vender mais 150 mil papéis nos próximos 30 dias, o chamado greenshoe, o que elevaria a oferta em mais US$ 232 milhões.

A operação foi anunciada na segunda-feira à noite e foi coordenada pelo Morgan Stanley, JPMorgan e Goldman Sachs.

No prospecto da oferta, o Mercado Livre ou Meli, como é conhecido no mercado, se define como “o maior ecossistema de comércio online da América Latina”. Entre seus objetivos, está seguir melhorando a entrega de seus produtos, aumentar a monetização de suas transações e buscar mais sinergias entre seus diversos serviços.

A ação do Meli cai 5,40% hoje na Nasdaq, com a empresa sendo avaliada em US$ 76 bilhões. O papel é negociado em US$ 1.543,65.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).