O Mercado Livre anunciou hoje o lançamento do Regera América, o seu programa de regeneração e conservação dos principais biomas da América Latina. A companhia escolheu biomas brasileiros para dar a largada em seu novo programa de sustentabilidade.

Que projetos serão apoiados? Com investimento inicial de R$ 45 milhões (US$ 8 milhões), a empresa irá apoiar neste ano dois projetos na região da Mata Atlântica em parceria com The Nature Conservancy (TNC), o Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPÊ) e a startup Pachama.

Por que investir em projetos como esse? Porque a sustentabilidade entrou na pauta das principais companhias. “Por que o CFO está fazendo esse anúncio? Porque vemos no ESG e na sustentabilidade como parte integral do nosso sucesso de longo prazo. […] Temos notado que os investidores estão exigindo cada vez mais esse nível de responsabilidade e compromisso das empresas”, disse Pedro Arnt, CFO do Mercado Livre.

E que valor é esse de investimento? Arnet diz que é um valor proporcional à pegada de carbono da empresa referente ao ano de 2020. “Vamos apoiar diretamente projetos de conservação e regeneração, que são cientificamente eficazes no combate às mudanças do clima e irão gerar novos créditos de carbono. Queremos contribuir com o desenvolvimento deste mercado, além de ajudar a preservar serviços ecossistêmicos vitais para as pessoas e as empresas”, afirmou Pedro Arnt.

A expectativa do Mercado Livre é que esses dois primeiros projetos consigam restaurar mais de 3 mil hectares de floresta em 2021.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).