Por Dhara Ranasinghe

LONDRES (Reuters) – Uma importante medida do mercado de expectativas para inflação da zona do euro subiu para o nível mais elevado desde meados de 2015 nesta segunda-feira, em mais sinais de que as percepções do investidor sobre a direção da inflação futura estão mudando.

Os rendimentos da zona do euro estavam estáveis, embora o alívio com a desaceleração no ritmo das compras do Banco Central Europeu pareça estar no passado.

E evidências de expectativas de inflação mais alta, impulsionadas pela corrida eleitoral na Alemanha e sinais de gargalos de oferta nas últimas semanas, passaram a ficar sob os holofotes.

A inflação implícita de cinco anos, medida do mercado para a inflação no longo prazo acompanhada pelo BCE, subiu para 1,8207%, nível mais alto desde meados de 2015 e mais perto da nova meta de inflação do BCE de 2%.

A medida subiu quase 15 pontos básicos desde o início de setembro.

“Não acho que a expectativa mediana de inflação no longo prazo tenha mudado para cima de forma material, mas a faixa de possíveis resultados é muito maior do que há alguns anos, e tende para resultados mais altos”, disse Antoine Bouvet, estrategista sênior de juros do ING, citando fatores como problemas na cadeia de oferta para o aumento da proteção contra a inflação.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).