A Linx, empresa de soluções de tecnologia para o varejo, continua a fechar negócios de forma acelerada. Ela anunciou na quinta-feira (dia 30) a compra da PinPag por R$ 135 milhões.

O que faz a PinPag? Fundada em 2006, a PinPag é uma fintech especializada em meios eletrônicos de pagamento e oferece soluções personalizadas de parcelamento para o varejo, com forte presença entre despachantes e auto-escolas. Em 2019, o faturamento bruto da PinPag foi de R$ 68,5 milhões.

O que prevê o negócio? Além do valor já acordado, que será pago à vista, a Linx desembolsará até R$ 65 milhões entre 2021 e 2022, que estão atrelados ao alcance de metas financeiras e operacionais.

Qual o sentido da aquisição? “Com a chegada da PinPag, fortaleceremos a nossa fintech Linx Pay Hub e expandiremos sua atuação, direcionada principalmente para o ramo de serviços. Esse movimento também trará 17 mil novos clientes para a Linx. Em breve, as soluções de parcelamento da PinPag estarão disponíveis para toda a base de clientes da Linx”, afirmou em comunicado Alberto Menache, diretor-presidente da Linx.

O que a Linx já havia anunciado? No início do ano, a Linx fechou parcerias com o Rappi e o PicPay, aplicativo de pagamentos, para integração com o QR Linx. Nos últimos meses, a Linx já havia acertado parcerias semelhantes com o Mercado Pago, a Magalu e a AME, a conta digital da B2W. O QR Linx age como um hub de wallets: ou seja, centraliza todas as plataformas de meios de pagamento em uma única ferramenta.

(Com Estadão Conteúdo)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).