A distribuição do brinde de brinquedo para quem compra lanches infantis em redes de fast food já foi motivo de muita briga. Entidades de direitos das crianças dizem que essa prática incentiva o consumismo infantil. Alheios a esse tipo de protesto, os restaurantes mantiveram os brinquedinhos. Mas uma nova preocupação mundial pode alterar a política de brindes dos combos infantis: é a luta pela redução do plástico.

O Burger King, uma das maiores redes de fast food do mundo, anunciou que vai começar a retirar os brinquedos de plástico do combo King Jr.

Essa medida já está em vigor no Brasil? Não. Por enquanto, a mudança deve ser adotada apenas no Reino Unido. Mas a empresa admite a possibilidade de levar a estratégia para outros mercados.

E o que o Burger King tem feito no Brasil para colaborar com a sustentabilidade? Desde dezembro, o Burger King decidiu abolir as caixas de papelão que acompanhavam o combo infantil King Jr. Agora, o lanche vem em cima da bandeja, como já acontece com os demais sanduíches. Pelas estimativas da empresa, essa simples mudança vai reduzir o consumo de papelão em cerca de 119 toneladas por ano.

E qual a política do McDonald’s em relação ao brinde de brinquedo? A rede informa que desde 2013 instituiu no Brasil o projeto Ler ou Brincar, que dá ao consumidor a possibilidade de escolher como brinde um livro ou um brinquedo. A última coleção, lançada no ano passado, continha cinco opções de livros da Turma da Mônica.

O que eles fazem sobre a questão do plástico presente nos brinquedos? O McDonald’s informa que possui trabalho de gerenciamento de plásticos, que inclui a busca de alternativas para os brinquedos do McLanche Feliz.

E o canudinho? Tanto Burger King quanto McDonald’s substituíram o canudinho de plástico por biodegradáveis e de papel. Vale lembrar que há leis municipais que proíbem os estabelecimentos de servirem esses itens em várias cidades do país.

As redes possuem outras ações para redução do uso do plástico? Sim. O Burger King diz que substituiu o copo de isopor distribuído no drive-thru pelos de polipapel. A rede também aboliu a embalagem dos guardanapos em suas lojas, trocando-as por guardanapeiras.

Já o McDonald’s substituiu a embalagem de plástico da salada por uma de papel. A empresa também fez uma parceria com uma empresa israelense para converte o resíduo doméstico em um substituto plástico. O objetivo é começar a usar esse novo em itens que chegarão aos restaurantes já no primeiro trimestre de 2020.

Coleção de brindes do King Jr, do Burger King

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).