FRANKFURT(Reuters) – O aumento a inflação na Europa ainda é visto como temporário e não há sinais de que a recente alta está se incorporando nos salários, disse nesta quinta-feira a presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, repetindo a recente mensagem do banco sobre os preços.

“Continuo a ver essa alta como resultado de fatores temporários”, disse ela ao Comitê Financeiro e Monetário Internacional do FMI.

“O impacto desses fatores deve sair das taxas anuais de preços ao longo do próximo ano, amortecendo a inflação anual”, afirmou.

“Até agora, não há evidência de efeitos secundários significativos através de salários e as expectativas de inflação na zona do euro continuam ancoradas, mas seguimos monitorando cuidadosamente os riscos ao cenário de inflação.”

A inflação da zona do euro deve atingir 4% antes do fim do ano, o dobro da meta do BCE, e um número crescente de economistas veem que os preços permanecerão acima da meta durante 2022.

(Reportagem de Balazs Koranyi)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).