A Cogna Educação (novo nome da holding Kroton Educacional) reportou lucro líquido de R$ 20,723 milhões no terceiro trimestre de 2019, uma queda de 94,04% na comparação com igual período do ano anterior.

Quais os demais números: A margem líquida do trimestre recuou 25,7 pontos porcentuais, passando de 27,1% para 1,3%. Os números pioraram mesmo com ajustes como amortizações, embora a queda tenha sido menor.

O Ebitda (sigla em inglês para o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) também apresentou queda no período, passando de R$ 571,2 milhões no terceiro trimestre de 2018 para R$ 511,5 milhões no período neste ano, um recuo de 10,5%. A margem Ebitda caiu 12 pontos porcentuais, para 33,7%.

Na receita líquida, a Kroton teve avanço de 21,3% no terceiro trimestre, chegando a R$ 1,516 bilhão.

O que explica a piora dos resultados? A Cogna cita o maior volume de despesas financeiras por causa da dívida contraída para a aquisição da Somos, além do aumento dos níveis de depreciação e amortização devido à norma contábil IFRS 16, que entrou em vigor em janeiro deste ano. A empresa também atribui o resultado a um menor resultado operacional decorrente de pressões verificadas no Ensino Superior e à diferente sazonalidade do Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD) no Ensino Básico.

De acordo com a Kroton, a menor rentabilidade no trimestre é consequência do maior nível de provisionamento para suportar os produtos de parcelamento da instituição e também da diferente sazonalidade do PNLD. A empresa menciona ainda um aumento de despesas de marketing e das referentes a novas unidades e maturação de cursos no Ensino Superior.

O resultado teve notícias positivas? Sim. A Cogna destacou o crescimento já contratado de 20% para 2020 na métrica conhecida como ACV (Annual Contract Value, que é o valor médio por aluno) na Vasta/Somos, que é a divisão dedicada a vender serviços e produtos para escolas primárias e secundárias particulares.

Leia mais: Kroton se transforma em holding de educação para acelerar expansão dos negócios

(Com Estadão Conteúdo)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).