A BRF informou ao mercado nesta sexta-feira que o Tribunal Distrital Federal dos Estados Unidos, localizado em Nova York, aprovou um acordo para encerrar a ação coletiva (class action) movida contra a empresa e determinados executivos.

A empresa pagou a quantia de US$ 40 milhões (cerca de R$ 225 milhões) para encerrar todas as demandas pendentes e que possam vir a ser propostas por pessoas ou entidades que compraram ou de outra forma adquiriram ADRs (American Depositary Receipts) da BRF entre 4 de abril de 2013 e 5 de março de 2018.

O frigorífico informa que o acordo não implica reconhecimento de responsabilidade ou de prática de atos irregulares pela BRF ou seus executivos, e que os termos preveem expressamente a negativa de qualquer conduta irregular por parte da empresa ou que qualquer autor tenha sofrido quaisquer danos ou tenha sido prejudicado por qualquer conduta alegada na ação.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).