SÃO PAULO (Reuters) – A construtora PDG anunciou nesta quinta-feira que a Justiça encerrou o processo de recuperação judicial bilionário da companhia iniciado em 2017, depois que o grupo cumpriu obrigações previstas no plano de reestruturação.

O processo permitiu à PDG reestruturar dívidas de 5,3 bilhões de reais devidas à 22 mil credores, afirmou a companhia em fato relevante.

“O juízo da 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo…reconheceu que o Grupo PDG cumpriu todas as obrigações previstas no plano de recuperação judicial”, afirmou a PDG.

A PDG afirmou que a conclusão da recuperação judicial permitirá “às companhias a manutenção da normalidade operacional em bases sólidas, a superação da crise” e dará “condições para continuidade ao pagamento do saldo do passivo concursal e retomar o plano de crescimento”.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).