Uma das fabricantes de vacinas contra a covid-19, a Johnson & Johnson (J&J) registrou lucro líquido e receita acima das expectativas no primeiro trimestre de 2021, de acordo com balanço publicado na manhã desta terça-feira (20). Por outro lado, a empresa revisou para baixo o teto de sua projeção para lucro líquido ajustado por ação em 2021. Tudo somado, às 8h de Brasília, as ações da J&J caíam 0,28% no pré-mercado acionário de Nova York.

Nos primeiros três meses do ano ante o mesmo período do ano anterior, a J&J viu seu lucro líquido crescer de US$ 5,8 bilhões para US$ 6,2 bilhões, ou a US$ 2,59 em termos ajustados por ação, acima da projeção de US$ 2,34 de analistas ouvidos pelo FactSet.

Em termos de receitas, a companhia registrou crescimento de 7,9% entre um ano e outro, de US$ 20,69 bilhões para US$ 22,32 bilhões, também superando a expectativa de US$ 21,98 bilhões do FactSet. Só em vendas de vacinas contra a covid-19, a J&J somou US$ 100 milhões no primeiro trimestre do ano. As vendas de produtos farmacêuticos gerais, por sua vez, cresceram 9,6%, a US$ 12,20 bilhões, em meio ao agravamento da pandemia do novo coronavírus em várias regiões do mundo.

Por outro lado, a gigante revisou seu intervalo de projeção de lucro liquido ajustado por ação para 2021 de US$ 9,40 a US$ 9,60 para de US$ 9,42 a US$ 9,57 – reduzindo, portanto, o teto das expectativas.

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).