A intenção de compra de imóveis no Brasil cresceu durante o segundo trimestre de 2020. Segundo a pesquisa Raio-X FipeZap, 43% dos entrevistados tem intenção de adquirir um imóvel nos próximos três meses, ante 36% registrado nos três primeiros meses do ano.

O aumento no índice pode ser atribuído a redução das taxas de juros do crédito imobiliário e a expectativa de queda nos preços . Os entrevistados também apontaram o aumento no número de lançamentos como motivo de compra, apesar de 68% das compras fechadas nos últimos três meses terem sido de imóveis usados.

Entre os potenciais compradores, 88% desejam morar no novo imóvel.

Apesar de mais pessoas estarem dispostas a adquirir um imóvel, 60% dos entrevistados julgam que os preços continuam altos — uma queda de 8% na percepção comparada ao primeiro trimestre do ano.

A pesquisa considerou as respostas de 2.909 pessoas, entrevistadas entre o mês de julho e início de agosto de 2020.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.